Inicio  » Revista Veterinaria REDVET  » REDVET, Vol 19, n 07, Julio 2018

071808 - Fitossociologia das espécies herbáceas em Catolé do Rocha-PB - Phytoosociology of herbal species in Catolé do Rocha-PB

Autor

CAVALCANTE, Iara Tamires Rodrigues1*; CLEMENTINO, Rossana Herculano2; ALENCAR, Elisvaldo José Silva3; JOELSON NETTO, Antonio4; MACÊDO, Alberto Jefferson da Silva5; PINTO, Maria do Socorro de Caldas6; BEM, Francisco Aldevan Miranda7; ALVES, Wagner Sousa5
1*Discente, curso de Doutorado em Zootecnia, Universidade Federal da Paraíba, Areia-PB, Brasil (iaratrcavalcante@gmail.com)
2Docente, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Serra Talhada-PE, Brasil
3Discente, curso de Mestrado em Zootecnia, Universidade Federal de Campina Grande, Patos-PB, Brasil
4Discente, curso de Doutorado em Zootecnia, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Recife-PE, Brasil
5Discente, curso de Doutorado em Zootecnia, Universidade Federal de Viçosa, Viçosa-MG, Brasil
6Docente, Universidade Estadual da Paraíba, Catolé do Rocha-PB, Brasil
7Discente, curso de Mestrado em Zootecnia, Universidade Federal da Paraíba, Areia-PB, Brasil

Fecha de publicación

02/07/2018

Resumen

Na Paraíba, pesquisas voltadas para vegetação do sertão contemplam o estrato arbóreo e em alguns casos o arbustivo, porém as plantas herbáceas, tidas como de grande importância na produção de ruminantes no sertão, dificilmente são estudadas. Com base nesta premissa, objetivou-se realizar um estudo detalhado das espécies herbáceas no sertão paraibano em Catolé do Rocha e analisar seus parâmetros fitossociológicos. Foram amostrados 10 pontos em cada Sítio através do método dos quadrantes, que faz uso de um quadrado de madeira de 1 m2 lançado em pontos aleatórios distanciados 30 metros entre si. Os indivíduos vegetais contidos na moldura foram identificados taxonomicamente e inventariados. Foram calculados índices fitossociológicos a fim de analisar as relações interespecíficas entre as plantas. Observou-se que as famílias mais abundantes foram Poaceae, Leguminosae, Rubiaceae e Malvaceae e os dados de diversidade e equabilidade seguiram os encontrados na literatura. As áreas apresentaram índice de similaridade baixo, mostrando que as espécies de uma área pouco se repetiram na outra. Os resultados enfatizam a necessidade de estudos posteriores com o estrato herbáceo na Caatinga, além de mostrar a necessidade do uso de técnicas adequadas de uso para pastejo, evitando a extinção de espécies menos ocorrentes.

Abstract

In Paraíba, research on vegetation in the backlands contemplates the arboreal stratum and in some cases or shrub, but as herbaceous plants, considered as of great importance in the production of ruminants in the sertão, are hardly studied. Based on this premise, the objective was to carry out a detailed study of the herbaceous species in the Paraíba Sertão in Catolé do Rocha and to analyze their phytosociological parameters. Ten sites were sampled at each site using the quadrants method, which uses a square of 1 m2 wood cast at random points spaced 30 meters apart. The plant knowledge contained in the frame was taxonomically identified and inventoried. Phytosociological indexes were calculated in order to analyze how interespecific relations between plants. It was observed that as most abundant families were Poaceae, Leguminosae, Rubiaceae and Malvaceae and data of diversity and equity followed those found in the literature. As areas showed low similarity index, showing that as species of a little segregated area in the other. The results of the research are available for the creation of later studies with the herbaceous stratum in the Caatinga, besides showing the need to use the appropriate specifications of use to paste, avoiding the extinction of lesser species.

Artículo


Palabras clave

Catinga, levantamento florístico, sertão paraibano, Caatinga, backlands of Paraiba, phytosociological


Comentarios