Inicio  » Revista Veterinaria REDVET  » REDVET, Vol 19, n 07, Julio 2018

071816 - Valor nutritivo da casca de café tratada com óxido de cálcio em condição de aerobiose ou anaerobiose, em diferentes períodos de tratamento - Nutritive value of coffee hulls treated with calcium oxide or the aerobic and anaerobic condition,

Autor

João Paulo Santos Roseira¹*, Rasmo Garcia², Tâmara Chagas da Silveira¹, Cristina Mattos Veloso², Thiago Carvalho da Silva³, Leandro Diego da Silva¹, Everton Teixeira Ribeiro¹, Rosinéa Aparecida de Paula¹, Felipe Evangelista Pimentel¹
¹Estudantes da Pós-Graduação do Departamento de Zootecnia – UFV, Viçosa - MG. *E-mail: jpr-santos@hotmail.com
²Professor (a) do Departamento de Zootecnia – UFV, Viçosa – MG
³Professor Adjunto do Departamento de Zootecnia – UFG, Goiânia - GO

Fecha de publicación

02/07/2018

Resumen

Objetivou-se avaliar o valor nutritivo, temperatura, pH e dinâmica de desenvolvimento de fungos na casca de café tratada com óxido de cálcio (CaO) em condição de aerobiose ou anaerobiose, em diferentes períodos de tratamento. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 2 × 2 × 4, sendo duas doses de CaO (0 e 5%, base da MS), duas condições de ambiente (CA) para reação (aerobiose e anaerobiose) e quatro períodos (P) de tratamento (1; 2; 3 e 4 semanas), no delineamento inteiramente casualizado, com três repetições. Cada unidade experimental foi constituída de 3 kg de casca de café.  Verificou-se temperatura inicial mais elevada na casca de café tratada, na qual a maior temperatura, 43,36 ºC, foi registrada em condição de anaerobiose. Observou-se que as variáveis extrato etéreo (EE), fibra em detergente neutro corrigida para cinzas e proteína (FDNcp), hemicelulose (HEM), lignina (LIG), digestibilidade in vitro da matéria seca (DIVMS), nutrientes digestíveis totais (NDT), pH, mofos e leveduras foram afetadas (P<0,05) pela interação CaO × CA × P. Nas semanas 1, 2, 3 e 4, foi verificado, para a casca de café tratada, menores teores de FDNcp e HEM, quando comparado com a casca de café não tratada, em condição de aerobiose e anaerobiose. Para a casca de café tratada em condição de aerobiose, foi constatado aumento do valor da DIVMS até 1,32 semanas, atingindo valor máximo de 55,76%. O óxido de cálcio promove redução dos constituintes da parede celular da casca de café. Uma semana é considerada o tempo apropriado para hidrólise da casca. 

Abstract

Nutritive value, temperature, pH, and dynamics of fungus growth in the coffee hulls treated with CaO were evaluated. A factorial experiment 2 × 2 × 4, two levels of CaO; two ambients conditions (AC), aerobic and anaerobic; and four periods (P) of treatment, 1, 2, 3 and 4 weeks was conducted under a completed randomized design with 3 replicates. Each experimental unit was constituted by 3 kg of coffee hulls. Higher temperature, 43.36 ºC was registered immediately the coffee hulls be treated. It was observed that EE, NDFap, HEM, LIG, IVDMD, TDN, pH, fungus and yeast were affected (P<0.05) by interaction of CaO × ambient condition × period. In all weeks 1, 2, 4 and 4 were verified lower contents of NDFap and HEM for treated coffee hulls compared to untreated coffee hulls in aerobic and anaerobic condition. The IVDMD of treated coffee hulls reached the maximum value of 55.76% by 1.32 weeks of treatment. The calcium oxide promotes a reduction of cell wall components of coffee hulls. One week period is considered appropriate for hydrolise of coffee hulls. 

Artículo


Palabras clave

constituintes fibrosos, resíduo, tratamento alcalino, fibrous constituents, residue, alkali treatment


Comentarios